Telefone
15 3228-6757 - 15 3228-6905
BVO® e “turboaero”, sucesso também nos Turbinas

Nove anos de pesquisas e desenvolvimento levam os maiores operadores brasileiros a optar pela tecnologia e pelo atomizador desenvolvidos pelo CBB.

O BVO a 20 litros por hectare, nas condições adversas do deserto da região de Caborca, México (Vv de 9 a 11km/h, temp. 30ºC e UR 6,7%) teve a mesma eficiência biológica das aplicações com água a 80 litros por hectare, na aplicação de herbicidas em pós emergência em trigo e aspargo. Mais uma vez aumentamos a eficiência biológica e dobramos os rendimentos operacionais.

Pesquisas científicas têm demonstrado desde 1949, que o atomizador Rotativo de Discos é o equipamento mais eficiente para produzir gotas de tamanho controlado e distribuir as caldas de maneira mais uniforme nas áreas pulverizadas.


Por isso, quando desenvolvemos as aplicações aéreas no Sistema BVO® , criamos e desenvolvemos também o atomizador rotativo de discos “turboaero” buscando características de eficiência durabilidade e baixo custo.


Nove anos depois da sua introdução, o BVO® e o “turboaero” são estudados em nove Universidades e duas Fundações, por dezenas de pesquisadores, que realizaram trabalhos científicos de grande valor desde simples comparações de eficiência biológica a Dissertações de Mestrado e Tese de Doutorado.


Essas pesquisas são realizadas pelas Universidades: de Santa Maria (RS), de Passo Fundo (RS), de Maringá (PR), de Bandeirantes (PR), da Grande Dourados UNIGRAN (MS), de Piracicaba (SP) ESALQ, de Paraguaçu Paulista (SP), de Botucatu (SP) UNESP, de Jaboticabal (SP), Fundação MS de Dourados (MS) e Fundação MT de Rondonópolis (MT). Em todos os trabalhos são evidentes as vantagens técnicas, econômicas e ambientais do sistema e dos equipamentos, que se observam também nas aplicações comerciais.


A rápida evolução das Aeronaves e dos Problemas Fitossanitários exige do CBB, um esforço contínuo de pesquisa e desenvolvimento. A operação com aeronaves a Turbina de grande capacidade de carga e altas velocidades de operação exige a atualização das tecnologias, equipamentos, treinamento e assistência técnica com altos padrões de eficiência rapidez e confiabilidade. O controle das super pragas como Mosca Branca, Bicudo, Spodopteras e Plusias exige o desenvolvimento de novas tecnologias como o BVO® Extendido com altos rendimentos e capacidade de penetração.


Por dez anos o CBB atende aos operadores com equipamentos, informações e treinamentos específicos para a operação das aeronaves com tecnologia BVO®, disponibilizando modelos atualizados dos atomizadores, planilhas de calibração e tabelas de vazão para os diferentes volumes de aplicação nessa tecnologia. Em 2009 estamos disponibilizando o CHECKLIST DE CAMPO com informações úteis para as equipes de pista.


Nesses dez anos de desenvolvimento atingimos tanto na tecnologia do BVO® como no equipamento “turboaero” um alto grau de excelência. Os “turboaero” utilizados nas aeronaves a Turbina são do Modelo TA-88C6/T, desenvolvidos para operar em velocidades até 160 mph, com mangueiras, suportes, presilhas e hélices reforçadas.


Ao escrever este artigo em 15 de Novembro de 2008, fui informado que a Aeronave Air Tractor AT- 802, de prefixo PR-EFJ do Grupo Bom Futuro, equipada com atomizadores “turboaero” já está em operação em Sapezal, MT sob o comando do Comandante Checão, um dos pioneiros do Sistema BVO® com bom desempenho e rendimentos operacionais de 600 hectares por hora voada.


De 80 m.p.h, nos PA-18 a 160 m.p.h nos AT-802 os 6.000 “turboaero” em operação no Mercosul, Bolivia Colômbia e Mexico, criaram uma reputação de eficiência robustez e durabilidade, igual ou superior a qualquer concorrente. Isso é motivo de satisfação responsabilidade e orgulho para nós do CBB e para os nossos parceiros a quem devemos esse sucesso.

Dr. Marcos Vilela.