Telefone
15 3228-6757 - 15 3228-6905
BVO se expande na América Latina

Mais da metade da frota de aviões agrícolas brasileiros usa os atomizadores "turboaero", aplicando defensivos dentro do sistema desenvolvido pelo Centro Brasileiro de Bioaronáutica; chegou a hora de difundi-los pela América Latina.

Após a introdução do Uruguay, Argentina, Paraguay e Bolívia, o Dr. Marcos Vilela foi convidado pela Federação de Pilotos Agrícolas e Proprietários do México a apresentar o Sistema BVO, e demonstrá-los aos operadores.

O BVO a 20 litros por hectare, nas condições adversas do deserto da região de Caborca, México (Vv de 9 a 11km/h, temp. 30ºC e UR 6,7%) teve a mesma eficiência biológica das aplicações com água a 80 litros por hectare, na aplicação de herbicidas em pós emergência em trigo e aspargo. Mais uma vez aumentamos a eficiência biológica e dobramos os rendimentos operacionais.

O Sistema BVO deverá ter no México o mesmo sucesso obtido no Brasil e Mercosul, onde mais de 650 aviões agrícolas já se beneficiam desta tecnologia e da eficiência, robustez e confiabilidade dos 6.000 atomizadores "turboaero" em operação.